O Instituto Saúde e Sustentabilidade concorreu ao Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS 2016 na categoria trabalho científico publicado com o artigo Projeção da mortalidade e internações hospitalares na rede pública de saúde atribuíveis à poluição atmosférica no Estado de São Paulo entre 2012 e 2030.

Desde 2002, o Ministério da Saúde premia a comunidade científica, buscando valorizar os pesquisadores e suas iniciativas indispensáveis para o desenvolvimento das políticas públicas de saúde no país. Podem concorrer estudiosos e profissionais de saúde ou qualquer área do conhecimento científico com produção em pós-graduação de trabalhos acadêmicos aprovados e concluídos ou publicados em revista científica.

As categorias são: tese de doutorado (com premiação no valor de R$ 50 mil); dissertação de mestrado (R$ 30 mil); trabalho científico publicado (R$ 50 mil) e monografia de especialização ou residência (R$ 15 mil).

Este ano foram 345 trabalhos inscritos e o Instituto Saúde e Sustentabilidade foi classificado até a segunda fase da premiação.

Confira aqui a lista de finalistas.