O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sancionou no dia 28 de maio, o projeto de lei que prevê incentivos para usuários de carros elétricos, híbridos e movidos a hidrogênio.

Carros que não utilizam combustíveis fósseis são menos poluentes, e por isso passarão a ser beneficiados em São Paulo com a isenção de 50% do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A lei começará a valer 30 dias após a publicação no Diário Oficial.

Vale destacar que a nova lei (15.997/14) não irá reduzir o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), um dos principais obstáculos para que tais veículos sejam mais popularizado, já que representa 25% de seu preço total.

Além disso, os veículos ficarão livres do rodízio de automóveis, que restringe os horários de circulação uma vez na semana. No entanto, o texto da lei prevê que a Secretaria Municipal de Transportes pode editar a regulamentação que os exclui  do rodízio – e ainda não há previsão de quando as mudanças serão estabelecidas.