Foto: Marcos Paulo Dias

Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que o gasto de manter o congestionamento de carros na cidade de São Paulo já equivale a 1% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

O cálculo realizado para compreender os gastos com o trânsito engloba o desperdício de combustível de veículos parados na via, os prejuízos de saúde pública no que diz respeito a poluição atmosférica e, por fim, as horas perdidas em salário de trabalhadores presos no trânsito.

“Essa conta deu, no ano passado, R$ 40 bilhões, segundo o vice-presidente da FGV e ex-secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Marcos Cintra. Significa dizer que cada cidadão deixou de ganhar ou gastou cerca de R$ 3,6 mil por estar parado olhando para o carro da frente, desperdiçando combustível e respirando o ar poluído.” (Bruno Ribeiro – O Estado de S.Paulo)

Além disso, acredita-se que o furo orçamentário pode ser ainda maior, devido a incerteza dos dados, fornecidos pela CET, que não abrangem toda a capital.

Acesse aqui a reportagem completa.

Foto: Marcos Paulo Dias

A study developed by the Getulio Vargas Foundation (FGV) revealed that the expense of keeping the car traffic in the city of Sao Paulo is already equivalent to 1% of the Gross Domestic Product (GDP).

The measurement made to understand the traffic expenses includes: fuel wasted by vehicles stopped on the road, damage to public health in relation to air pollution and, finally, the hours lost by workers stuck in traffic, measured in salaries.

“This estimate reached, in the past year, U.S. $ 40 billion, according to the vice president of FGV, Marcos Cintra. This means that every citizen failed to receive or spent around R$3,6 thousands for being stopped looking at the car in front, wasting fuel and breathing polluted air.” (Bruno Ribeiro – O Estado de Sao Paulo)

Furthermore, the budget hole can be even higher, due to uncertainty of the data provided by the Traffic Engineering Company, which don’t apply to the entire capital.

Access the full report here.