Os japoneses estabeleceram uma meta sustentável e criativa para as Olimpíadas de 2020: desenvolver as medalhas a partir de celulares, computadores e outros aparelhos eletrônicos descartados pela população. Metais como ouro, prata, platina e outros podem ser encontrados nestes dispositivos, e a meta é arrecadar 8 toneladas de materiais.

A iniciativa fomenta o descarte consciente e ainda promove a criação de um novo produto a partir da reciclagem. Estima-se que com 1 milhão de aparelhos seja possível arrecadar o suficiente para produzir as 5 mil medalhas entregues aos atletas durante os jogos.