Associação Paulista de Medicina homenageia Evangelina Vormittag, médica empenhada em ações sociais e ambientais em prol de melhorias na qualidade do ar

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a médica especialista em Patologia Clínica e Microbiologia, Evangelina Vormittag será uma das homenageadas em sessão solene, realizada na Sede Estadual da Associação Paulista de Medicina (APM). Idealizadora e Diretora Presidente do Instituto Saúde e Sustentabilidade, a médica foi uma das seis mulheres escolhidas, pelo fato de que a APM reconhece a relevante atuação de Evangelina à frente do Instituto, que divulga a importância do tema saúde e sustentabilidade, além de desenvolver pesquisas, publicações e eventos,  inclusive dentro da associação. A médica possui uma vasta trajetória marcada por consultorias na área de saúde e sustentabilidade.

A APM possui desde 2001, a iniciativa de destacar o importante papel da mulher no cenário da saúde e da responsabilidade social, e desde então, reservou o Dia Internacional da Mulher para a realização de uma série de homenagens que inclui a leitura de mini currículo, entrega simbólica de troféus, agradecimentos dentre outras ações.

Com doutorado em patologia pela USP e especialização em gestão de sustentabilidade pela Fundação Getúlio Vargas, Evangelina liderou recentemente a equipe que por meio de uma pesquisa, evidenciou que todas as cidades do Estado de São Paulo têm nível de poluição superior ao recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O estudo que foi destaque em toda mídia nacional e internacional, mostrou que no Estado de São Paulo 17.443 mortes são atribuíveis à poluição.

Trabalhou também como Diretora da Seção de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia do Laboratório Central do Hospital das Clínicas da FMUSP e como Gerente médica de Pesquisa Clínica da Merck Sharp & Dohme. Foi também co-autora da Justificativa de Saúde para a Política Municipal de Mudanças Climáticas do Município de São Paulo.

O Instituto Saúde e Sustentabilidade foi fundado em dezembro de 2008, completa 5 anos de atividades, e desde então, tem se tornado uma referência de qualidade em informação sobre os impactos da urbanização na saúde humana e em soluções inovadoras para as a melhoria da qualidade de vida como elemento fundamental do viver em grandes cidades.