09/08/2018

1 em cada 7 casos de diabetes é provocado pela poluição do ar

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail to someone

O ar contaminado foi responsável por 3,2 milhões de casos de diabetes em todo o mundo

De acordo com um estudo publicado na revista Lancet Planetary, um em cada sete novos casos de diabetes é causado pela poluição do ar. A relação já havia sido indicada em estudos anteriores (1) e (2), agora a nova pesquisa considera um levantamento com dados médicos de 1,7 milhão de americanos, acompanhados por oito anos – e sem dados que indicassem previamente a doença. Foi analisado nos pacientes a presença de partículas, fragmentos microscópicos de poeira, sujeira, fumaça, fuligem e gotículas líquidas.

“Acreditamos que a poluição reduz a produção de insulina e provoca inflamações, impedindo o corpo de transformar a glicose do sangue em energia”, revela o estudo. A poluição contribuiu ao desenvolvimento de 3,2 milhões de novos casos de diabetes no mundo em 2016, o que representa cerca de 14% – índice baseado em dados médicos de 1,7 milhão de ex-combatentes americanos, acompanhados por oito anos e meio e escolhidos por não terem diabetes no começo da pesquisa.

Os pesquisadores estabeleceram um modelo estatístico para ver em que medida a poluição do ar poderia explicar a aparição da doença, levando em conta fatores que favorecem a diabetes, como a obesidade. (G1)

O risco global está, de acordo com os pesquisadores, mais voltado para países de baixa renda, como a Índia, que não têm recursos para mitigar a poluição e as mudanças climáticas, segundo a Lancet Planetary Health. (Estadão)

 

Referência

(1) Association between particulate matter 2.5 and diabetes mellitus: A meta-analysis of cohort studies

(2) Air Pollution and Mortality in the Medicare Population

Fonte

eCycle

Estadão

G1