O Seminário Emergência em Saúde Pública: o Ar que Respiramos foi realizado em outubro de 2014, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Saúde e Sustentabilidade em parceria com a Amil. O debate foi mediado pelo jornalista André Trigueiro, com a participação de Paulo Saldiva, professor titular da Faculdade de Medicina da USP, e de Evangelina Vormittag, diretora-presidente do Instituto, e reuniu especialistas em saúde e em meio-ambiente.

Durante o evento foi lançada a pesquisa inédita “Avaliação do Impacto da Poluição Atmosférica no Estado do Rio de Janeiro sob a Visão da Saúde”, que apontou os dados ambientais de poluição, a estimativa do impacto em saúde pública e sua valoração em gastos públicos, durante o período de 2006 a 2012 no Estado do Rio de Janeiro.

O estudo concluiu que os índices do Estado ultrapassam em duas vezes o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), contrastando com a metodologia adotada no Brasil, pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que considera aceitáveis os padrões de poluição aos quais o cidadão fluminense está exposto.