12/09/2017

Instituto Saúde e Sustentabilidade é um dos apoiadores da Virada da Mobilidade 2017

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail to someone

A edição deste ano acontece de 17 a 23 de setembro, com uma programação voltada à conscientização da população em relação à mobilidade urbana e qualidade de vida na Cidade de São Paulo

 

Com o objetivo de sensibilizar a população paulistana em relação à mobilidade em grandes concentrações urbanas e a correspondente oferta de modais de transporte, a 5ª edição da Virada da Mobilidade marca novamente presença no calendário de eventos da capital, no período de 17 a 23 de setembro.

Durante essa semana acontecerão, em diversos pontos da cidade, atividades lúdicas, exposições e palestras com importantes interlocutores da área de transportes, mobilidade e qualidade de vida.  A participação em toda a programação é gratuita, mas, para alguns eventos, por questão de espaço físico, é necessário que os interessados se increvam antecipadamente.

Logo na abertura, no dia 17, o público é convidado a desfrutar do ALD EXPERIENCE: Mobilidade e Empatia, evento promovido pela ALD Automotive – multinacional do setor de terceirização e gestão de frotas – que trará opções de entretenimento para toda a família, dentre as quais: escola de bike; parede de escalada; pista para experimentar diferentes modais como bicicleta, convencional e elétrica, skate elétrico, patinete; autorama; oficina para confecção de modais de transporte com material de sucata; realidade virtual; apresentação de novas tendências e tecnologias; além de show musical e praça de alimentação com food bikes.

De segunda a quinta-feira, intervenções nos transportes públicos, worshops e debates com especialistas darão a tônica da Virada, inserindo a população em temas como mobilidade corporativa, empatia na cidade, tecnologia e inovação multomodal. No time de convidados, nomes como: Alexandre Valadão (ALD), Daniela Swiatek (MobiLab), Flavia Resende (Ethos), Fernando Matias (Easytaxi), Janaina de Mendonça Fernandes (FGV), Luiza Andrada e Silva  (IVM), Luciano Driemeier (Ford América do Sul)  e Homero Neves da Silva (Urbem), entre outros.

Na sexta-feira, dia 22 de setembro,  Dia Mundial Sem Carro, a Virada inicia suas atividades com o Desafio Multimodal – um experimento de multimodalidade que conta com a participação de cidadãos em sua rotina de trabalho, partindo de diversos pontos da cidade em direção à Rua Joel Carlos Borges (Brooklin), utilizando pelo menos 3 modais diferentes. Na chegada, o participante encontrará uma rua coberta por um tapete de 700 m2 de grama artificial, espaço onde ocorrerão diversas atividades, transformando essa rua num grande parklet (áreas contíguas às calçadas para lazer e convívio, no lugar da  vaga para carros), com opções de saúde, entretenimento e lazer, tais como: quick massage, avaliações nutricionaispocket shows, bike foods e test drive de bikes elétricas.

“A escolha do meio de transporte deve considerar custo, conforto, disponibilidade e tempo de percurso. Portanto, usar meios de transporte de alta capacidade em vias de alta densidade é essencial para se evitar congestionamentos, enquanto usar veículos de transporte de baixa capacidade – como bicicletas, vans, peruas, automóveis e táxis – em vias de baixa densidade, ajuda a reduzir os custos de transporte público. Tanto biarticulados vazios como carros com apenas um ocupante representam custos para o cidadão e para a cidade; já a troca de modais durante o percurso é um meio inteligente de evitar congestionamentos e gastos aos cofres públicos e à população. A empatia, o planejamento e a multimodalidade fazem com que a cidade seja projetada para uma oferta abrangente de modais, contribuindo para que todos, condutores e pedestres, tenham uma convivência respeitosa.” pontua  Marcio Nigro, idealizador e organizador da Virada da Mobilidade.

A 5º edição da Virada da Mobilidade conta com patrocínio de ALD Automotive, Ford, SLC Textil, Ticket Log, Easy Táxi, Pano Social, Fundação Friedrich Naumann para a Liberdade; apoio do Instituto Cidade em Movimento, Instituto Ethos, Instituto Saúde e Sustentabilidade, E-moving, Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades e Fundação Assefaz. Realização: Caronetas, TcUrbes e URB-i.